Eu fico com medo, eu fico insegura, feliz e tudo isso por causa daquele sentimento que a gente nunca vai entender: o amor. É, quem nunca fico pensando no porquê, como e de onde ele vem? Ele chega no momento mais inesperado, bagunça nossa cabeça, emoções e simplesmente muda TUDO… A gente começa a gostar daquele cara de um jeito totalmente diferente do nosso, ou daquele que a gente sabe que é errado, “o galinha”, que não vale nada e mesmo assim a gente tem esperança de que ele mude e vire o cara certo. Na verdade acho que não existe o cara certo ou errado. Às vezes o cara “certo” se torna um chato, e o “errado” pode ser o certo para você… também não é toda garota que quer estar namorando. Algumas só querem uma boa companhia, um carinho, alguém que entre idas e vinda, prefira ficar pro que der e vier. Cada caso é um caso. Pode ter-se uma “relação” que vai durar, semanas, meses, anos ou a vida toda, o que importa é que no fim das contas a gente sempre acaba agradecendo tudo o que passou porque é mais um aprendizado. A gente ta sempre aprendendo coisas novas quando se trata do amor. Cada um tem o seu jeito de amar e é incrível como a gente vai se descobrindo. Acho que o segredo é aproveitar as pequenas coisas da vida, pois no futuro, quando você olhar para trás, vai perceber que na verdade, elas foram as mais marcantes. Não sei se sou só eu, mas admiro pessoas humildes, que valorizam as coisas simples. O que eu to querendo dizer é que não importa o quanto seja complicado, o amor é o único sentimento que faz tudo valer a pena.

Beijos,

Malu Penalva

Related posts: