Acho que poucas de vocês sabem, mas o blog tem um espaço especial para leitoras. Nesse espaço vocês podem colaborar enviando looks (acho que é o mais conhecido), dicas de lojas, textos, comprinhas… para participar basta me enviar um e-mail para fashionsandwich@gmail.com.

Esses dias recebi o e-mail da Andressa, que é formada em jornalismo e adora escrever (claro, dão rs). Ela escreveu um texto bem bacana que fala sobre: como viajar para o exterior e não gastar além da conta!

Como a Ana está contando sobre a viagem incrível dela para a Africa, resolvi colaborar com um post também, já que viajar é uma das melhores coisas que existem. Conhecer novos lugares, pessoas e culturas é, certamente, uma das melhores aventuras que podemos fazer na Terra e ainda com a oportunidade de aprender muitas coisas. Além disso, se a viagem for internacional, ainda tem aqule plus de poder aproveitar para fazer comprinhas. Além das coisas serem bastante diferente do que achamos aqui, o que vemos de importado na nossas lojas acabam saindo bem mais caros, devido aos impostos.

No entanto, se você é marinheira de primeira viagem, é importante ressaltar alguns cuidados com os gastos, pois não é incomum encontrar pessoas que viajaram para fora, se empolgaram nas compras e voltaram ao Brasil endividados. Para que isso não aconteça, sugiro algumas dicas pessoais de como gastar bem.

A primeira dica é: compre moeda estrangeira aos poucos pois as cotações podem ser bastante diferenciadas de um dia para o outro. Não vale a pena comprar tudo de uma vez, já que no dia seguinte ela pode estar mais barata. Fique atenta ao preço da moeda desejada na hora do câmbio.

Não use apenas dinheiro. A recomendação básica é que o turista leve 30% do dinheiro que pretende gastar em espécie e os demais 70% em um cartão pré-pago (eu Ana, também sempre uso e indico), daqueles que podemos carregar antes de viajar, aqui mesmo no Brasil. Caso decida levar um cartão de crédito, atente-se às altas taxas. MUITO altas! Eu usei bastante esse site, o BankFácil, para me informar e acho que eles explicam isso melhor que eu. Fica a dica.

Mesmo assim, o cartão de crédito pode ser um bom aliado, caso seja usado com cautela. Um bom exemplo é fazer uso dos pontos acumulados no cartão para comprar passagens aéreas.

Proteja sua carteira e seus documentos em terras estrangeiras. Não é só no Brasil que furtos e roubos ocorrem, casos desse tipo acontecem em qualquer lugar do mundo, fique atenta.

Não traga de volta moedas “exóticas”. Caso você viaje para algum país onde a moeda local não seja o dólar, euro, peso ou libra, troque o dinheiro que você tem por real antes de voltar, pois ele não terá valor algum por aqui.

Por fim, faça uma planejamento do quanto realmente pode gastar e não extrapole esse limite. Não esqueça também que cada viajante pode trazer, sem a cobrança de impostos, até 500 dólares em compras, devendo declarar o que foi comprado caso o valor ultrapasse esse limite. Nesse caso, o excesso será tributado em 50%!

Espero que minhas dicas tenham ajudo todas vocês! Mas lembre-se que viagem não é só compras e aproveite tudo o que puder!

Beijos e obrigada Andressa!

Facebook Comments

Related posts:

Estudante de jornalismo, apaixonada por moda desde pequena e vê no blog um espaço para compartilhar suas dicas e idéias.